Preciso de emprestimo! Siga essas dicas para não ficar no vermelho

Tempo de leitura: 3 minutos

Se você é um gestor e está pensando em fazer um empréstimo (preciso de empréstimo!), deve tomar alguns cuidados em relação ao futuro financeiro da sua empresa. Há muito crédito disponível hoje em dia no mercado, mas, provavelmente, nem todas as opções são adequadas à realidade do seu negócio. Ao realizar essa importante decisão, o gestor deve refletir sobre como empreender o dinheiro de forma responsável, evitando que a dívida da empresa continue aumentando. Para investir no crescimento do seu negócio de forma segura, não deixe de conferir nossas dicas:

Analise a situação financeira atual da sua empresa

Qual é a finalidade da quando você finalmente afirma “preciso de empréstimo para minha empresa”? Você precisa expandir determinado setor, ou talvez quitar uma dívida que não para de crescer? É preciso analisar a situação financeira da sua empresa para verificar se há mesmo a necessidade de tomar um empréstimo.

Talvez seja possível cortar gastos em algum departamento ou ainda aumentar os rendimentos em outro. No entanto, se o empréstimo é a única solução para seus negócios, elabore um planejamento orçamentário.

Planeje o pagamento do empréstimo

Encontrar instituições dispostas a oferecer empréstimos para sua empresa pode parecer a tarefa mais difícil, mas o pagamento dele é o maior desafio para qualquer gestor. É imprescindível que você elabore um planejamento orçamentário detalhado, que inclua o plano de pagamento da dívida no orçamento da empresa.

Leia também: 8 dicas para criar um bom cartaz promocional na sua loja!

Lembre-se de considerar os setores que serão beneficiados com a tomada do empréstimo. Se você está substituindo uma dívida por outra, possivelmente, haverá redução de juros. Além disso, se seu empréstimo tiver como objetivo realizar investimentos em determinado setor, haverá ganhos de produtividade a serem considerados (mais rendimentos para a empresa).  Atenção também aos limites mensais previamente estabelecidos.

Renegocie dívidas já existentes

Essa é uma forma de solucionar alguns de seus problemas financeiros. Para evitar que a situação da empresa se transforme em uma bola de neve e que as contas fiquem no vermelho, é necessário sentar-se com seus credores e expor a natureza do problema. Normalmente, instituições financeiras são bastante compreensivas em relação a isso. Para elas, mais vale uma empresa em pleno funcionamento, capaz de arcar com seus compromissos financeiros, do que uma empresa falida, que corre o risco de não poder quitar suas dívidas. Por isso, busque renegociar juros e prazos de pagamentos.

Combine prazos

Que tal entrar em contato com seus fornecedores e tentar estender os prazos de pagamento? Isso pode ser uma ótima forma de aliviar suas contas em meses de orçamento mais apertado. Porém, lembre-se de manter um bom relacionamento com esses parceiros comerciais. Sua produção e prestação de serviços dependem diretamente deles, portanto, a relação entre vocês não deve ser negligenciada.

Verifique as condições do empréstimo

Algumas formas de empréstimo cobram juros mais altos, enquanto outras formas exigem garantias mais seguras (imóveis, títulos de crédito e outras formas de caução) e, por isso, são mais baratas. De qualquer forma, como gestor, você deve verificar cuidadosamente as condições de cada empréstimo e os riscos envolvidos nessa transação. Na maioria dos casos, as instituições maiores com maior renome tendem a cobrar juros mais altos.

Busque financiamentos mais adequados às condições financeiras de sua empresa: se você precisa urgentemente de algum valor, talvez seja necessário arcar com juros mais altos. No entanto, se é possível oferecer imóveis como garantia às instituições financeiras (hipoteca, por exemplo), aproveite essas condições para negociar juros mais baixos e prazos maiores para pagamento.

Ficou com alguma dúvida? Você já precisou recorrer a empréstimos para a sua empresa? Como fez para quitá-los no prazo? Compartilhe com a gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *