Gestão de estoque: 4 erros comuns que varejistas devem evitar

Tempo de leitura: 3 minutos

Muitos dos empreendedores têm pleno conhecimento que a gestão de estoque é um fator fundamental para o sucesso de qualquer negócio no mercado. Garantir que a empresa consiga atender as demandas e assegurar que todos os produtos sempre estejam disponíveis para os clientes são fatores primordiais para que as vendas mantenham-se sempre elevadas.

Mas, além disso, é muito importante que os produtos não sejam armazenados em demasia, o que pode levar a perdas e a redução do capital de giro da empresa. Portanto, pode-se afirmar que a gestão de estoque deve ser feita com muita atenção, evitando cometer erros que possam prejudicar a empresa.

Para ajudá-lo a evitar qualquer perda no estoque e garantir que não existam itens armazenados em demasia, separamos, neste post, os 4 erros mais comuns que os varejistas devem evitar. Confira!

1. Aquisição de estoque em excesso

O erro mais comum cometido pelos empreendedores é a compra de produtos em excesso. Muitas vezes, isso é feito para evitar que faltem produtos disponíveis para os clientes, mas isso leva à redução do capital de giro da empresa, fazendo com que o “dinheiro fique parado” no estoque.

Por isso, é imprescindível que os itens sejam comprados de acordo com as vendas e a tendência do mercado — e isso também vale para estoque em falta. Assim, a gestão de estoque garante que não faltem produtos para os clientes, além de maximizar o dinheiro em caixa da empresa.

2. Deixar de acompanhar as vendas

Outro erro bastante comum é a falta de monitoramento das vendas do negócio. É imprescindível que os empreendedores fiquem por dentro de todas as saídas do estoque, tendo total conhecimento das quantidades de cada produto existente na empresa. Isso também garante que não falte nenhum item que eventualmente os clientes possam solicitar.

3. Não considerar a sazonalidade

Um bom empreendedor sabe que existem diversos períodos em que se tem elevada demanda por determinados produtos, como, por exemplo, as festas de final de ano. Um erro comum de ser cometido pelos empreendedores é não considerar a sazonalidade e os períodos em que se tem elevada demanda.

É muito importante que os gestores planejem o negócio, sempre considerando todas as datas especiais e períodos de elevada demanda. Isso garante a otimização do estoque e elimina perdas, assegurando que os clientes sempre encontrem todos os produtos.

4. Não utilizar um software para gestão de estoque

A falta de um software para gestão de estoque na empresa é, possivelmente, o maior erro que pode ser cometido pelos empreendedores. Realizar controles manuais ou controlar o estoque por meio de planilhas pode levar a erros, resultando em gastos desnecessários ou falta de itens.

Por isso, é muito importante que as empresas utilizem um software para gestão do estoque, desta forma consegue-se monitorar todas as entradas e saídas de produtos da empresa e garantir que não falte nenhum item. Além disso, o software auxilia no inventário da empresa e no controle do capital de giro do negócio.

Agora que você já sabe quais são os erros mais comuns na gestão de estoque, não deixe de ver também 4 motivos para você utilizar uma ferramenta de gestão na sua empresa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *