Confira as melhores práticas na gestão financeira de um negócio

Tempo de leitura: 3 minutos

Para muitos empresários, a gestão financeira é uma de suas obrigações mais difíceis de cumprir, especialmente por envolver o controle preciso das contas do negócio e o gerenciamento de todos os seus custos e proventos, tendo como objetivo principal mantê-lo lucrativo.

Realmente, o controle financeiro de uma empresa carece de inúmeros cuidados, caso contrário, o negócio pode ser prejudicado e ter os lucros reduzidos. Por isso, é fundamental que os empreendedores conheçam bem o mercado financeiro e saibam administrar as contas da empresa, garantindo assim resultados favoráveis e uma boa lucratividade.

Preparamos este post para ajudá-lo a manter o controle sobre as contas da empresa e obter uma boa margem de lucro. Por isso, não deixe de conferir as melhores práticas para a gestão financeira do seu negócio!

Nunca misture as finanças pessoais com as empresariais

Infelizmente, misturar as finanças pessoais com as empresariais é um erro bastante comum entre os empreendedores. Muitos empresários não fazem a correta separação das finanças e isso acaba acarretando em erros nas contas e no caixa da empresa.

Nesse contexto, é de extrema importância manter as contas pessoais longe das receitas da empresa, tratando gastos pessoais e corporativos de forma separada e com a devida atenção. Vale lembrar que qualquer erro nas contas da empresa pode prejudicar consideravelmente seus lucros.

Controle o fluxo de caixa

fluxo de caixa é uma das ferramentas mais importantes e essenciais para o controle das contas de qualquer negócio. Essa ferramenta de gestão financeira nada mais é do que o controle de todas as entradas e saídas de dinheiro da empresa.

A meta de todo e qualquer empreendedor é manter o fluxo de caixa positivo, garantindo a lucratividade e assegurando que a empresa sempre tenha capital disponível para emergências e novos investimentos.

Mas, para se alcançar esse objetivo é imprescindível o acompanhamento e registro de todas as movimentações financeiras — independente do seu valor. Além de favorecer a saúde financeira do negócio, isso facilita a tomada de decisões e o planejamento empresarial.

Elabore um orçamento mensal e anual

Montar o orçamento de uma empresa é uma das melhores formas de estimar as vendas, os recursos arrecadados e ter uma previsão dos gastos, que pode ser feita tanto mensalmente, quanto anualmente, isto é, em longo ou curto prazo.

Para a elaboração do orçamento devem-se detalhar todas as despesas do negócio, os custos de produtos ou serviços, bem como uma previsão dos proventos de acordo com meses e anos anteriores, levando-se em consideração os seguintes detalhes:

  • todas as despesas necessárias para manter a empresa funcionando;
  • a folha de pagamento dos funcionários;
  • despesas referentes à compra de produtos, equipamentos e materiais;
  • reserva para situações de emergência.

Utilize um software de gestão financeira

Por último, provavelmente o detalhe mais importante para a gestão financeira de um negócio é o uso de um software de gestão financeira. Grande parte dos empreendedores controla as contas e o fluxo de caixa da empresa por meio de planilhas e isso pode levar a perdas consideráveis.

Planilhas são inseguras e muito suscetíveis a perdas de dados, já que qualquer pessoa que acesse o computador pode realizar modificações e mesmo inserir fórmulas incorretas e comprometer os cálculos.

Por isso, encare a tecnologia como aliada e implemente um software específico para a realização da gestão financeira, garantindo a confiabilidade de todas as informações da empresa e eliminando a possibilidade qualquer erro que possa prejudicar seus lucros.

No post de hoje foram apresentadas dicas relevantes para se alcançar uma gestão financeira eficiente e segura para seu negócio. Conforme mencionado, esse é um dos desafios do cotidiano corporativo, mas que, com as técnicas e estratégias adequadas, pode se tornar seu grande diferencial.

Agora que você conhece quais são as melhores práticas para gestão financeira do seu negócio, leia e aprenda o que é substituição tributária e como ela pode influenciar sua empresa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *