4 inovações que vão dominar o sistema de vendas

Tempo de leitura: 6 minutos

Se entender o passado da automação comercial é importante para entender o contexto do seu negócio, imagine a importância de olhar para o que está por vir? Não vou fazer aqui um exercício de futurologia, prefiro falar de um futuro próximo e que já está ocorrendo. Seu sistema de vendas já está pronto para o que está por vir?

1) NFCe

NFCe
NFCe é o cupom fiscal 100% digital!

Comecei pela mais óbvia e mais presente em nossas vidas: a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica. Ela é revolucionária. Permite a digitalização de processos e tira a necessidade de hardwares caros, porém o mais importante é ter destravado um mundo de inovação no sistema de vendas que foi barrada pela (falta de) tecnologia fiscal dos últimos 25 anos. Novas empresas (como a Pingo!) surgem, inovam, quebram barreiras, destronam os acomodados, reduzem o custo para o empresário e melhoram a qualidade dos serviços.

Será que você já viu isso em outros setores? 🙂 Waze, Uber, Nubank

E é isso mesmo, tudo por causa da NFCe! Ela trouxe mobilidade ao varejo físico brasileiro, algo que já estava presente em nossas vidas há mais de 10 anos (vide iPhone). Não vou falar do SAT aqui, pois acho um projeto ultrapassado e nunca estaria numa lista olhando para frente.

Se você ainda usa o tal o ECF, já passou da hora de modernizar-se hein…

2) POS inteligente

POS inteligente
sua maquininha de cartão vai ser desse jeito a partir de 2017…

Aqui no Brasil o POS (point-of-sale) é a maquininha de cartão, aquela sem fio da Rede ou da Cielo que todo mundo usa. De uns tempos para cá, outros players entraram pesado (Getnet, Pagseguro, Stone, diversas outras subadquirentes) e tiraram os gigantes da zona de conforto.

O resultado: o POS inteligente! Um sistema de vendas completo.

Isso significa que aquela maquininha que você está acostumado a ver se modernizou, e agora ela é capaz de realizar todas as funções que você precisa para o controle de caixa. Seria como fundir o POS “burro” (para fazer o contraste com a inteligência do novo equipamento), com o computador que você usa para gestão – e alguns modelos ainda unem uma impressora e leitor de código de barras.

E é exatamente isso que você está pensando: tudo em 1 só equipamento. Máquina de cartão, um mini computador para você rodar um sistema de vendas (Pingo! Pingo!), impressora e leitor de código de barra. Tudo num equipamento parecido com um celular.

Essa inovação é gigante e vai moldar o mercado nos próximos anos. As gigantes Cielo (com o Lio) e a Rede (com o Poynt) já estão implementando o POS inteligente. Ainda são os primeiros passos e tem muito a evoluir, mas é o futuro disponível para você em pleno 2017! Obvio que a Pingo está nessa e você vai poder usar nosso sistema de venda nos dois… 🙂

Como isso te afeta?

Esqueça o conceito da década de 90 de ter o caixa em 1 lugar fixo. Estamos falando de mobilidade! O caixa vai com você aonde você for. Pulverizou e está nas mãos de cada garçom, não mais centralizado. É uma evolução tão grande para o varejista como o celular mudou a telefonia fixa para todos nós.

3) Inteligência Artificial

inteligencia artificial
os tais algoritmos vão ajudar você a faturar mais

O nome é lindo, e parece coisa de filme de Hollywood. Inteligência Artificial, Machine Learning, Deep Learning, Algoritmos, Bots. É o assunto da moda e vem crescendo exponencialmente. Não é à toa. Você já parou para pensar como isso poderia afetar o sistema de vendas? Então imagine se…

… você pudesse prever o faturamento do próximo mês?
… se com essa previsão você pudesse planejar as compras de insumos e produtos?
… se pudesse criar promoções quando o previsto está abaixo do necessário?
… se soubesse exatamente o que causou um aumento ou declínio no faturamento?
… se soubesse se o preço que está cobrando é barato em relação à concorrência?
… se alguém sugerisse produtos que combinam bem com o seu mix atual?
… se pudéssemos prever quais consumidor irão ao seu restaurante nesse mês?

Tudo isso levando em conta sazonalidade, tendência, região, segmento e milhares de outras variáveis que são difíceis de controlar no feeling. Enquanto seu cérebro processa algumas poucas informações e é cheio de viéses, um computador processa milhões e não tem nenhum viés. E esse é um dos grandes motivos que a adoção de inteligência artificial está crescendo tão rapidamente no auxilio à tomada de decisão, e em breve vai te ajudar no dia a dia também.

E sabendo disso, já estamos implementando testes com alguns algoritmos de inteligência artificial na Pingo, para resolver algumas questões do controle de caixa que foram levantadas acima. Em breve, novidades por aqui!

4) Pagamento Digital

pagamento digital
saiu da loja, pagou automaticamente… é o fim das filas no caixa!

Talvez o maior erro dos futurologistas do mundo foi (ou é) relacionado ao pagamento digital. Mas é impossível ignorar, pois apesar da lentidão de sua adoção, para mim ela é inevitável. É fato que tirar o cartão do bolso e passar na maquininha não é algo tão trabalhoso e todo mundo já está acostumado. Mas…

… não é tão mais fácil acabar a corrida do uber e você simplesmente sair do carro?
… porque não poderia fazer o mesmo em uma loja?
… porque você-consumidor ainda tem que esperar na fila para pagar?
… porque você-empresário perde cliente com fila causada pela máquina de cartão?

Para a cliente, ela não quer ter mais trabalho cadastrando cartão em um aplicativo, depositando dinheiro em uma conta pré-paga ou algo similar que já está presente hoje em dia. E mais ainda, ela ainda precisa interagir com a máquina de cartão, sendo a única diferença que ao invés de colocar o cartão e digitar um PIN, ela encosta o celular ou uma pulseira. Muito pouco para todo mundo adotar.

E você, dono de um food truck cuja fila é uma grande inimiga, quanto do seu processo será facilitado? Com as soluções atuais, não muito: você ainda depende de uma máquina e precisa de alguns segundos com cada cliente, e 1 por vez. A redução de alguns poucos segundos no processo ainda não é suficiente.

Para mim, enquanto depender de um cadastro de conta extensivo ou ainda usar qualquer tipo de máquina, a adoção do pagamento digital ainda vai ser lento. Mas repito: os benefícios são claros para o consumidor e para o varejista, o que torna esse caminho inevitável. E com certeza isso será tema de um post no futuro, pois tem muita coisa bacana para explorar.

E aí, você acha que o seu negócio está acompanhando as mudanças do mundo da automação comercial? Você já trouxe sua empresa para a era digital ou ainda está dependendo das soluções da década de 90? Vale a reflexão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *